quarta-feira, 29 de junho de 2011

Anna Laura

Afilhada,

Adorei teu telefonema. É uma honra ser tua madrinha.
Te amo
Dinda Kris (ou melhor, dinda "mãe da bebelle")

terça-feira, 28 de junho de 2011

Simplicidade


Frio, marido, filha, cama, filme e chocolate quente.

Filha,
A vida tem que ser assim. Simples.

terça-feira, 21 de junho de 2011

domingo, 19 de junho de 2011

Festa do Pijama

Será que estou com vontade de ter outro filho(a)?
Adoro quando elas vem, adoro quando elas querem ir lá pra casa...
Mas se vier outro (a), tem que ser assim: amigo da minha pequena e dar a mão pra ela poder dormir... (Que nem as Anas!)

Faltou o “Biel”, mas essa noite foi só das gurias...

sábado, 18 de junho de 2011

Amiga


Filha,

Amiga é assim:
- Às vezes brigam, mas sempre emprestam o bico ou a mamadeira uma para outra;
- Estão juntas na hora das festas e da “comilança” também;
- Adoram ganhar brinquedos, mas se ouvem que ficam bonitas com uma roupa, não tiram mais;
- Se comportam com os outros, mas quando as mães estão por perto são mimadas e teimosas;
- Tem personalidades parecidas (pra não dizer iguais!);

Festa I


sexta-feira, 17 de junho de 2011

3 anos

Filha,

Hoje o dia está mais alegre. Hoje faz 3 anos que tu deixou meu mundo cor de rosa.
Hoje o aniversário é teu, mas o presente é meu.
Parabéns "Bebéia"!

Te amo muito.
Com amor,
Tua mãe

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Mãegaiver

Filha pede pra fazer xixi, então mãe a leva ao banheiro.
Filha diz que a calcinha molhou. Logo, a mãe vai buscar outra (uns 3 ou 4 passos), deixando a porta do banheiro aberta.
Filha fecha a porta e tranca. Mãe, calmamente pede para ela virar a chave, mas a filha começa a chorar e gritar: medo, mãe!!!
Mãe pensa... E eis que surge a "Mãegaiver". Pega um cortador de unha (a parte da lixa) e consegue abrir a porta para felicidade das duas.

Moral da história: Sempre manter a calma...

E não é que ela ganhou a "Mi"...

terça-feira, 14 de junho de 2011

Uma coisa

Não é raro, tropeço e caio. Às vezes, tombo feio de ralar o coração todinho. Claro que dói, mas tem uma coisa: a minha fé continua em pé”.
Caio Fernando Abreu in Pequenas Epifanias

domingo, 12 de junho de 2011

Ana Rita Bandaz

Ontem, devido à agenda social da minha pequena, reencontrei minha amiga Ana Rita.
Conversamos, rimos, lembramos de muitas coisas e foi ótimo. Ela é prova de que amigo é aquele que não cobra. Como diz a Clarissa Corrêa: "aprendi que para ser amigo não precisa ser colado com Bonder."

Combinamos de nos vermos de novo e espero que aconteça em breve, pois ela quer a receita de como fazer uma criança se alimentar e eu, de como continuar bonita (por dentro e por fora) depois de tanto tempo.

Namorados



Não goste do amor…
Goste de alguém que te ame, alguém que te espere, alguém que te compreenda mesmo nos momentos de loucura. De alguém que te ajude, que te guie, que seja seu apoio, tua esperança, teu tudo.

Não goste do amor…
Goste de alguém que não te traia, que seja fiel, que sonhe contigo, que só pense em você, que só pense no teu rosto, na tua delicadeza, no teu espírito e não no teu corpo, nem em teus bens.

Não goste do amor…
Goste de alguém que te espere até o final, de alguém que sofra junto contigo, que ria junto a ti e enxugue suas lágrimas. Que te abrigues quando necessário, que fique feliz com suas alegrias e que te dê forças depois de um fracasso.

Não goste do amor…
Goste de alguém que volte pra conversar com você depois das brigas, depois do desencontro. De alguém que caminhe junto a ti, que seja companheiro, que respeite tuas fantasias, tuas ilusões. Goste de alguém que te AME.

Não goste do amor… Goste de alguém que sinta o mesmo sentimento por você!

(Luis Fernando Veríssimo)

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Birra

Depois que a Isabelle começou a andar e se comunicar (do jeito dela) eu estava achando tudo mais fácil. Mas há algum tempo algumas coisas tem ficado difíceis.
Ela que antes não fazia, agora faz birra porque aprendeu que é mais fácil para conseguir algo (comigo).

Cena 1
Fomos ao supermercado (eu, ela e o Gustavo). Aproveitamos para comprar o presente de aniversário de uma colega da escola. Ela ajudou a escolher e pediu um também, mas o Gustavo, com seu jeito firme, disse que dessa vez levaríamos apenas para a colega.
Isabelle simplesmente disse: Tá! E veio pra casa feliz!

Cena 2
Fomos ao shopping (eu, ela e a dinda). Aproveitamos para comprar o presente dela de aniversário (a pedido da vó Izolda). Ela ajudou a escolher, vestiu e não quis mais tirar.
A história poderia ter acabado aqui (pois a mãe comprou o casaco que ela tanto gostou) e vindo pra casa feliz...
...Mas não, ela também gostou de uma tiara e eu falei, na altura dela, olhando nos olhos, que dessa vez eu não levaria. Imediatamente Isabelle teve um ataque, e eu que fiquei, triste, nervosa e envergonhada com a situação (sim, a vendedora deve ter pensado: “Ah, se fosse minha filha...”. Geralmente é esse o pensamento de quem não tem filhos!), acabei colocando a tiara na conta.

Ela veio pra casa feliz! Eu estou me sentindo culpada até agora.
Eu dou para minha filha o que tenho de melhor, mas fico um pouco perdida nessas situações. Onde estou errando? Por que essa birra só acontece comigo?

quinta-feira, 9 de junho de 2011

We're better together



Nós somos melhores juntos há sete anos...

Tomara que apesar dos pesares, a gente continue tendo valentia o suficiente para não abrir mão de ser feliz.
Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Ana Paula

Feliz Aniversário!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Lalinha


Linda,
Queria vir com a Dinda... Conforme combinamos, começa a contar nos dedos, ok?
A Dinda vai te esperar. E como na casa de toda a madrinha, aqui pode tudo...

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Basta!


Será que as pessoas que são "contra" a amamentação em público, sabem que:
- A Organização Mundial de Saúde calcula que a ingestão de leite materno até, no mínimo, 2 anos, poderia salvar a vida de 1,5 milhão de crianças no mundo anualmente;
- Que o leite materno fortalece o sistema imunológico;
- O ato de mamar beneficia o desenvolvimento orofacial, devido ao esforço para sugar o peito, que é maior do que exigido pela mamadeira;
- Que protege a mãe contra doenças como o câncer de mama e ovário;
- Previne a anemia...
E tudo isso de graça!!!

Eu amamentava minha filha sempre que ela pedia. Na frente de quem quer que fosse e não me preocupava com nada. Só com aquela sensação de bem-estar de nós duas...

Fonte: Revista Crescer e Claúdia Bebê

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Tarde

Filha,
Tivemos uma tarde perfeita hoje, hein?
Brincamos na tua barraca, comemos pipoca e "pessi", fez da nossa cama uma cama elástica, desenhamos, jogamos bola, dançamos e depois tu me ajudou a montar as caixinhas dos enfeites de mesa para o teu aniversário...

Eu adoro muito os momentos que estou contigo. Foi delicioso filha.